Robótica

As peças de Lego foram criadas com o intuito de serem uma brincadeira de montar. Mas, com o tempo, as pessoas que presenteavam, montavam Lego ou tinham contato com as peças, percebiam que as crianças desenvolviam algumas habilidades nítidas quando interagiam com o brinquedo. Foi então que os estudiosos da área de educação começaram a levar essas peças para chegar às crianças. Assim perceberam que a melhor maneira para o aprendizado da criança é aprender brincando, pois assim, os pequenos não sentem o peso de um aprendizado e de um conteúdo denso que os projetos exigem que seja assimilado. As crianças aprendem de maneira lúdica, entrando em contato com o outro, descobrindo e errando.

Se a criança erra, pode construir e desconstruir, e assim descobrir o seu aprendizado. É uma forma de se ter contato com um brinquedo que já encanta e de se conseguir descobrir caminhos para a resolução de problemas, lidar com conflitos, trabalhar valores, descobrir respostas diferentes das convencionais. A robótica faz muito bem esse papel.

O Coleguium, antenado às mudanças educacionais e seus novos paradigmas, sempre com foco no aluno e na qualidade de tudo aquilo que proporciona, e pensando em aprimorar o desenvolvimento de quem tem pouca idade e deseja tudo saber, implantou em 2016 a Robótica na escola.

O programa de Desenvolvimento de Habilidades em Empreendedorismo – DHEL é uma atividade prática, em que os membros da equipe atuam diretamente na resolução de um problema criando robôs programáveis.

As turmas utilizam kits Lego Wedo 2.0 e outros blocos para criar os robôs programáveis utilizando softwares gráficos em Ipads.

As turmas são de, no máximo, 8 alunos e estes são subdivididos em dois grupos que utilizam o Lego para criarem personagens e cenários para histórias construídas ao longo do semestre.

Para mais informações e inscrições CLIQUE AQUI